Acesso Restrito

Notícias

ES mantém liderança nas exportações de mármores e granitos.

Mesmo com queda nos valores vendidos no primeiro semestre, o Estado ocupa o primeiro lugar no ranking de vendas para o exterior, com mais de US$ 475 milhões
 
As vendas de mármores e granitos para o exterior por empresas capixabas tiveram um aumento de mais de 16% em volume, no primeiro semestre deste ano, se comparado com 2015, porém houve uma queda em valores de 3,8%, quando o setor exportou um total de US$ 475 milhões. Mesmo com redução no preço médio de mais de 17%, o que refletiu no resultado final, o Espírito Santo mantém a liderança nos negócios feitos no mercado internacional.
 
OS DADOS
 
Os dados são do Centro Brasileiro dos Exportadores de Rochas Ornamentais (Centrorochas). Minas Gerais, que também possui uma forte atuação no segmento, é o segundo colocado no ranking dos principais exportadores do país, com US$ 64,1 milhões. O estado teve uma queda de mais de 13% nas vendas no primeiro semestre deste ano. Em terceiro segue o Ceará, que no período analisado exportou US$ 13,5 milhões, um acréscimo de mais de 33% se comparado com o mesmo período de 2015.
 
TRABALHO FORTE
 
“Sempre foi realizado um trabalho forte de promoção da pedra brasileira no mercado internacional, impulsionando as vendas e abrindo portas para os belos materiais extraídos no Brasil. Esse movimento continua a todo vapor, seja por meio de feiras locais e internacionais, como também por uma parceria feita com o Marble Institute of America (MIA) para divulgação das rochas nos Estados Unidos, nosso principal comprador de chapas”, enfatizou a superintendente do Centrorochas, Olívia Tirello.
 
PRINCIPAL DESTINO
 
No primeiro semestre, a China manteve a liderança como o principal comprador de blocos do Espírito Santo, totalizando um montante de US$ 61,7 milhões, um crescimento de 21,58% se comparado com o mesmo período de 2015 (US$ 50,7 milhões), provando o aquecimento da economia do país asiático.
 
Conforme levantamento do Centrorochas, as vendas para os Estados Unidos, primeiro destino das chapas de granitos do Brasil – principalmente dos materiais considerados exóticos ou super exóticos -, totalizaram US$ 375,8 milhões, uma queda de 8,81%. Tirello explicou que esse resultado se deve ao valor do preço das chapas de granitos, que tiveram a maior desvalorização no mercado internacional, de 13,91%.
 
 
Fonte: Correio Capixaba, em http://jornalcorreiocapixaba.com.br/pt-BR/publicacoes/es-mantem-lideranca-nas-exportacoes-de-marmores-e-granitos/
Publicado: 22/07/2016
© 2013 Vitória Stone - Todos os direitos reservados | Rua Atalydes Moreira de Souza, s/n, lotes 11 e 12, CIVIT I, Serra – ES | Tel/fax: +55 27 3038 9366
Site desenvolvido por Êxito Publicidade